Sobre furos na orelha

Nós escolhemos não furar as orelhas das meninas quando bebês, vamos deixar que elas mesmas decidam furar, se decidirem, e que tenham o prazer de decidir, assumir a responsabilidade, encarar a dor, com consciência. Enquanto isso, a gente vive sem brinco que ninguém nunca morreu por isso não é mesmo?
Pela primeira vez achei um brinco de pressão pra comprar, num brechó! #vintage Tinha alguns modelos diferentes e ela escolheu o de coração! Achou lindo e disse que estava linda igual a mamãe de brinco! (ahh a inocência das crianças…!)
Mas claro que o brinco não durou 5 minutos na orelha… logo logo ela se incomodou e tirou. Guardei pra não perder.
Fica pra ocasiões especiais ou pra quando ela estiver mais velha, mais disposta a encarar um penduricalho na orelha.. por enquanto, ela segue sabendo que é linda independente de brinco.

20161106_164138

Algo que eu almejo muito, que vejo que as crianças, em sua maioria, tem. Elas simplesmente são. Sem se importar com protocolos, com modas, com roupas combinando ou marcas caras. Crianças são livres. Crianças são essência pura. Quando eu crescer quero ser assim!