Fazendo Pão

Essa semana começou inspiradaça acordando de madrugada e fazendo pão pro café da manhã! Postei algumas fotos no instagram e a galera curtiu bastante!

 

– Mas como assim fazendo pão pro café da manhã? isso não leva horas? padeiro não acorda às 4h pra ter pão cedo? como assiiiiim?

– Calma, produção! o trem não é tão complicado assim!

demora pra fazer pão? sim demora um pouco. mas não é tãaaaao mais demorado do q fazer um bolo por exemplo.. ainda mais se vc não usar fermento natural.. esse sim demora (já tentei, não consegui..)

 

Pros nerds olha aqui a explicação do fermento:

Todos os fermentos industrializados que você compra no supermercado são a levedura Saccharomyces cerevisiae em diferentes formas: tabletes, em grãos ou um pó.

Fermento Biológico Fresco Fleichmann

Fermento biológico fresco é aquela pasta bege de consistência firme que vem em tabletes. Ele é composto somente de leveduras condensadas, não tem nenhum emulsificante, por esse motivo é considerado mais saudável. Por ser um produto fresco, precisa ficar na geladeira e seu tempo de armazenagem é menor (15 dias). Deve ser misturado diretamente na farinha.

 

 

 

Fermento Biológico Seco Fleichmann

Fermento biológico seco é aquele que vem em uma latinha na forma de pó granulado. É obtido através da secagem do fermento biológico fresco. Além das leveduras também contêm um emulsificante (monoestearato de sorbitana). Por ser seco, não precisa ficar na geladeira e dura até 6 meses. Deve ser misturado com a mesma quantidade de açúcar e com água morna ou leite. Reserve por 10 ou 15 minutos antes de usar.

 

 

 

Fermento Biológico Instantâneo Fleichmann

Fermento biológico seco instantâneo é um pó formado de pequenos bastões que costuma ser vendido em sachês de 10g. Possui as mesmas características do fermento biológico seco: contêm monoestearato de sorbitana e não necessita de refrigeração. A única diferença é que o fermento deve ser misturado diretamente à farinha, sem precisar dissolvê-lo na água morna. Na embalagem fechada dura até 2 anos. Depois de aberto perde a força com o tempo e deve ser armazenado na geladeira, bem selado, por até 30 dias.

fonte: http://amopaocaseiro.com.br/fermento-biologico/

 

Esses trem tudo é industrializado e feito pra nossa vida moderna, prática e sem tempo que quer q o pão cresça em 5 minutos. E funciona. Alta tecnologia da NASA galera! Vejam pelas fotos o tanto que o trem cresceu, mesmo sem a gente ter deixado ele 40 minutos pra crescer…

Então se vc contar com 3 ajudantes que pegam a farinha enquanto vc esquenta a água, se vc colocar o fermento rapidinho pra crescer com açúcar e farinha (falei pros meninos que iriamos acordar o fermento e aí foi uma gritaria sem fim de “Acooooooorda fermento! Bom diiiiiiia Fermento!”) e enquanto isso for misturando o resto, e principalmente se vc não deixar o pão crescer depois de sovar (é.. faz parte) dá pra fazer o pão de manhã pro café sim. Acho q levamos mais ou menos uma hora do começo do processo (ok, acordamos um pouquinho antes do despertador tocar, por livre e espontânea pressão e fome da Isabella querendo mamar) até o pão sair do forno.

A gente poderia ter sovado a massa um pouco mais, o glúten teria se desenvolvido mais e o pão ficaria ainda maior. A gente poderia ter deixado 40 minutos o trem crescendo e explicar pros meninos como que o fermento é um organismo vivo que se alimenta da farinha e solta pum dentro da massa, por isso ela cresce… a gente poderia ter feito “direitinho”. Mas não fez. Fez rapidinho e foi uma delícia comer pão quentinho feito por eles junto com o café antes de sair pra escola! #recomendo

Davi fica tão orgulhoso de seu pão que sai dando pra todo mundo provar! Até levou pra escola pros amiguinhos e pra professora! #lindo

Então se vc não é um sommelier de pão (ou sei lá o q) e curte uma baguncinha com farinha logo cedo, e principalmente um pão quentinho com manteiga derrentendo pra tomar com seu café, baixe aqui a receita que usamos e divirta-se com seus pimpolhos!

Para baixar o PDF pra impressão basta clicar na imagem:

Um beijo e até a próxima bagunça!