Histórias de Empreendedorismo Materno: Bárbara Moreira

E hoje na nossa sessão de Histórias de Empreendedorismo Materno, temos a Bárbara Moreira, de 30 anos, mãe do Miguel de 3 anos e da Beatriz de 1 ano, consultora em amamentação e em pós-parto, e criadora do Olhar Pós-Parto, onde auxilia gestantes e mães recentes com preparação e acolhimento para um pós-parto tranquilo. É também idealizadora do programa Primeiros 100 Dias de Mãe, o primeiro programa de preparação para o pós-parto de Brasília.
Agora solta o verbo, Bárbara, e partilha a sua história!

Sou mãe do Miguel, nascido em 2014, e da Beatriz, nascida em 2016, ambos em partos humanizados muito respeitosos. O nascimento de cada um dos meus filhos foi marcante e transformador em minha vida.

Quando fiquei grávida do Miguel busquei informações sobre o tipo de parto que desejaria e conheci o parto humanizado. Aprendi sobre a importância de ter uma equipe de confiança, se empoderar com informação e tomar as rédeas para a chegada do meu filho. Contei com a ajuda de doulas experientes no empoderamento de preparação para o parto. Passei ativamente a compartilhar com outras mulheres como conseguir um nascimento respeitoso para elas e seu bebês.

Meu primeiro pós-parto foi marcado pela dor física, pela descoberta do apoio emocional e pela superação das dificuldades. Me preparei muito para o parto e pouco para o pós-parto e para a amamentação. Nos primeiros dias de puerpério minhas mamas feriram com a pega errada do Miguel e demorei a buscar ajuda. As fissuras já eram grandes quando busquei auxílio no banco de leite. Enfrentando as dificuldades na amamentação, a descida do leite, a cicatrização dos pontos do períneo e a sensibilidade no baby blues, em alguns momentos eu queria desistir de tudo! No pior desses momentos fui até a minha médica, a Dra. Jussara Beatriz Pasquali, e recebi o abraço mais marcante da minha vida: acolhedor, empático e sem julgamentos, dizendo que tudo se resolveria. Em seguida, ela me ajudou a esvaziar as mamas empedradas. Nunca esquecerei esse abraço! É esse acolhimento que quero levar para todas as mulheres que encontro, desde então, nos seus desafios de pós-parto.

Vi que eu poderia ter evitado tamanha crise se tivesse informação e se tivesse buscado ajuda nas primeiras dificuldades. Ainda, se soubesse que o pós-parto me traria tantos desafios tudo teria sido mais fácil, eu me prepararia, buscaria informar também meu esposo e família sobre os desafios e as recomendações para a amamentação e saúde no pós-parto.

Após enxergar isso e ver também muitas outras mulheres caírem na mesma armadilha de não se preparar para a vida com o bebê, passei a ajudar outras mulheres a se preparar para vivenciar um pós-parto mais tranquilo e a ajudá-las também nas dificuldades de amamentação.

A maior dificuldade que enfrento hoje em dia na maternidade são os dias solitários, onde gostaria de partilhar os momentos de cuidar das crianças com outras mães. E no empreendedorismo a maior dificuldade são também os dias solitários, quando empreender consiste em um esforço só meu. Por isso, gosto muito de trabalhar em parcerias!
 
Após o nascimento do Miguel passei por uma grande dificuldade para amamentar por não ter me preparado para o pós-parto. Percebi que, entre obstetra e pediatra, faltava alguém que estivesse com a mulher para apoiá-la fisicamente, com técnica, e emocionalmente. Passei, então, a ajudar outras mulheres a amamentar e descobri que esse trabalho era da doula. Me tornei doula pós-parto e consultora em amamentação para realizar esse trabalho de apoio.
Ainda, acredito muito no poder da preparação! O pós-parto é um mar que só conhece quem navega, mas saber o que vamos encontrar e quais caminhos percorrer, com informações de qualidade e apoio faz toda a diferença. Desde 2015 realizo oficinas de preparação para a amamentação e o pós-parto e hoje lanço o Programa Primeiros 100 Dias de Mãe, que traz quatro cursos preparados com muito carinho junto a parceiras muito competentes sobre amamentação, cuidados com o bebê e adaptação, pós-parto real e preparação emocional e uso do sling. Se interessou? As aulas de maio acontecerão dias 20 e 27, na Asa Norte. Saiba mais aqui: http://bit.ly/Primeiros100diasDeMae-Maio
Desde que me tornei mãe empreendedora, aprendi que parcerias deixam o aprendizado de empreender mais divertido e otimizam resultados!
Qual dica você daria para mães que estão começando agora a empreender? 
Busque parcerias. Você não precisa conhecer tudo!
Obrigada por compartilhar a sua história, Bárbara!
Pra entrar em contato direto com a Bárbara:
celular: (61)98116-9787
email: olharposparto@gmail.com