Conheça-te a ti mesmo – Introdução básica ao eneagrama

O autoconhecimento faz maravilhas na vida de qualquer pessoa, ainda mais de uma mãe. Porque compreendendo seus próprios padrões de sentir, pensar e agir e aprendendo a usá-los na sua essência, a mãe ajudará seus filhos a desenvolver neles os vários potenciais da essência deles. Sócrates bem que avisou: Conheça-te a ti mesmo.

eneagrama é…

“Eneagrama é um instrumento que propõe 9 Tipos ou estruturas de personalidade. Acumula uma tradição oral de cerca de 4.500 anos, que nas últimas décadas vem sendo resgatada, com sinais de grande potencial de ajuda. Situa-se como proposta de ponte entre a Psicologia e a Espiritualidade. É um instrumento de auto-conhecimento e sobretudo um caminho de crescimento!

É um siste­ma dinâmico, pois não considera a pessoa humana presa a determinismo ou a esquemas fixos. Respeita a singularidade, a originalidade e as peculiaridades do indivíduo, numa perspectiva de mudança e libertação do determinismo. É um dos poucos sistemas que se preocupam com o comportamento normal e elevado, mais do que com o comportamento doentio.”

Para saber mais: http://www.eneagramashalom.com.br/eneagrama

 

Entendo que alguns sinais colocados aqui afetam estruturalmente as suas crenças, mas te convido a fazer um exame em cada uma delas para verificar porque elas realmente existem em você e como elas podem estar moldando a vida que você tem hoje. Se você está preso, liberte-se e leve seus filhos junto, pois se todos os pais fizerem isso, libertaremos o mundo.

 

O eneagrama é composto por 9 tipos de personalidade, organizados em 3 centros de inteligência, e o símbolo do eneagrama possui três figuras, que representam, dentre outras mil coisas, 3 leis:

  • Círculo: lei do 1
  • Triângulo: lei do 3
  • Héxade: lei do 7

André Prudente em seu trabalho com eneagrama e infância nos explica que existem 4 grandes centros de inteligência:

  1. Centro de Inteligência Mental -> Educar para conhecer, compreender o funcionamento
  2. Centro de Inteligência Física -> Educar para fazer, experimentar como se faz
  3. Centro de Inteligência Emocional -> Educar para conviver, criar conexão afetiva
  4. Centro de Inteligência Espiritual -> Educar para ser, intuir potenciais necessários (este representa a essência do ato educativo)

Você já parou pra pensar qual o seu tipo? Que tipo de mãe você é?


Este conhecimento vai abrir seus horizontes, vai te mostrar uma forma diferente de fazer as coisas, de se relacionar com seus filhos, com seus pais, com as outras pessoas, e com você mesma.

Dicas para a identificação:

  •         Sentir-se mal: Aquele Tipo com o qual a pessoa se sente incomodada, exposta, como se estivessem mexendo em seus pontos fracos… esse, provavelmente, é o seu Tipo!
  •         Como eu era quando tinha 18-21 anos? Tendo em conta que nessa idade se manifesta a personalidade em toda a sua espontaneidade e que aqui descrevemos os Tipos não trabalhados, é mais fácil identificar-se lembrando como eu era nessa fase.
  •         Características essenciais X Características secundárias: embora cada pessoa se encontre num Tipo, ela reúne características de vários. Para identificar o Tipo, é preciso concentrar-se nas características essenciais.
  •         Motivações: No Eneagrama, a distinção entre os tipos se baseia nas motivações e não nas atitudes: vários tipos podem ter a mesma atitude com motivações diferentes.
  •         Não se fixar em nenhum Tipo, sem ver todos…

 

Antes de começarmos vale lembrar que nenhum Tipo é melhor que o outro. Todos têm potencialidades fantásticas e todos têm tendências negativas. Todos tem luz e sombra. Tudo depende do amadurecimento. Aqui segue um pequeno teste que pode te ajudar na identificação do seu próprio eneatipo:

 

Com qual das descrições abaixo você mais se identifica? Lembre-se de não se fixar em nenhum Tipo, sem antes ver todos…

 

A

Sou uma pessoa otimista que gosta de propor coisas novas e interessantes para realizar.

Tenho uma mente muito ativa que se move rapidamente e oscila entre diferentes idéias. Gosto de fazer uma imagem global de como essas idéias se encaixam e fico entusiasmada quando consigo conectar conceitos que inicialmente não pareciam ter relação.

Gosto de trabalhar em coisas que me interessam e tenho muita energia para dedicar a elas. Tenho dificuldade em me fixar em tarefas não gratificantes e repetitivas. Gosto de estar engajada no início de um projeto e durante a fase de planejamento, quando há muitas opções interessantes a considerar.

Quando o meu interesse em algo se extingue, é difícil pra mim permanecer ficada, porque quero mover-me para a próxima coisa que captura o meu interesse. Se alguma coisa me desagrada, prefiro desviar minha atenção para idéias mais agradáveis.

Acredito que as pessoas tem direito a uma vida agradável.

B

Tenho altos padrões internos de retidão, e espero viver segundo esses padrões. Para mim, é fácil ver o que está errado com as coisas e também ver como elas poderiam ser melhoradas. Posso parecer a algumas pessoas extremamente crítico ou exigindo perfeição, mas é difícil para mim ignorar ou aceitar coisas que não foram feitas de modo correto. Orgulho-me do fato de que, se sou o responsável por fazer algo, você pode estar certo de que o farei bem.

Às vezes, tenho sentimentos de raiva quando alguém não tenta fazer as coisas apropriadamente, ou quando age irresponsável ou injustamente, embora, normalmente, eu tente não demonstrar essa raiva abertamente. Para mim, o trabalho vem antes do prazer e suprimo meus desejos para ver o trabalho concluído.

C

Sou uma pessoa com muita sensibilidade e com sentimentos intensos. Frequentemente, sinto-me incompreendido e solitário, porque me sinto diferente de todos. Meu comportamento pode parecer dramático aos outros e, algumas vezes, sou criticado por ser extremamente sensível e por amplificar meus sentimentos. O que realmente ocorre por dentro é o meu anseio tanto por uma conexão emocional quanto pó uma experiência de relacionamento profundo. Tenho dificuldade em apreciar totalmente os relacionamentos atuais por causa da minha tendência em querer o que não posso ter e em desdenhar o que realmente tenho. A procura de conexão emocional esteve presente por toda minha vida e a ausência dessa conexão me tem levado à melancolia e à depressão. Algumas vezes, penso por que outras pessoas parecem ter mais do que eu – melhores relacionamentos e vidas mais felizes. Tenho um refinado senso estético e experimento um mundo rico em emoções e significado.

D

Pareço apto a ver todos os pontos de vista com muita facilidade. Posso parecer, às vezes, indeciso, uma vez que consigo ver vantagens e desvantagens em todos os aspectos. A habilidade em ver todos os aspectos me torna bom em ajudar as pessoas a resolver suas diferenças.

A mesma habilidade pode às vezes me levar a ser mais atento às posições, agendas e prioridades das outras pessoas do que às minhas próprias. Não é incomum que eu me torne distraído e em seguida desligue-me de coisas importantes que estou tentando fazer. Quando isso acontece, minha atenção é frequentemente desviada para tarefas triviais, sem importância. Tenho dificuldade em saber o que realmente é importante para mim e evito conflito, seguindo o que os outros querem. As pessoas tendem a me considerar despreocupado, agradável e indulgente. É preciso muita coisa para me levar ao ponto de mostrar minha raiva diretamente a alguém. Gosto da vida confortável, harmoniosa e agradável.

E

Ser o melhor no que faço é uma forte motivação para mim e tenho recebido muito reconhecimento, ao longo dos anos, pelas minhas realizações. Tenho realizado muito e sou bem sucedido em quase tudo a que me proponho. Identifico-me fortemente com o que eu faço, porque penso que, em larga escala, o valor de uma pessoa é baseado no que ela realiza e no reconhecimento que ela obtém. Sempre tenho mais a fazer do que cabe no tempo disponível, de modo que coloco de lado os sentimentos e a reflexão, a fim de fazer as coisas. Uma vez que há sempre algo a fazer, acho difícil simplesmente sentar e deixar o tempo passar. Fico impaciente com pessoas que não usam bem o meu tempo. Algumas vezes preferiria simplesmente assumir um projeto que alguém está conduzindo muito lentamente. Gosto de me sentir e parecer “por cima” de qualquer situação. Embora goste de competir, sou também um bom elemento de equipe.

F

Tenho uma imaginação vívida, especialmente quando se trata daquilo que pode ser ameaçador à segurança e às garantias. Normalmente, posso apontar o que pode vir a ser perigoso ou ameaçador e então experimentar medo como se isto estivesse realmente acontecendo. Tanto evito o perigo quanto o desafio abertamente.

Minha imaginação também me leva à ingenuidade e ao meu bom, embora um pouco desafinado, senso de humor. Gostaria que a vida tivesse mais certeza, porém, de modo geral, pareço duvidar das pessoas e das coisas à minha volta.

Posso normalmente perceber as deficiências na idéia que alguém está expressando. Suponho que, como conseqüência, algumas pessoas podem me considerar muito astuto. Tenho a tendência de suspeitar da autoridade e não fico particularmente confortável sendo visto como a pessoa que detém todo o comando. Uma vez que posso ver o que está errado com a visão corrente das coisas, inclino-me a identificar-me com a causa dos desfavorecidos. Tão logo tenha aderido a uma pessoa ou causa, sou muito leal a ela.

G

Encaro as coisas de uma maneira “tudo ou nada”, especialmente as que me interessam. Valorizo muitíssimo ser forte, honesto e confiável.

Mostro aquilo que sou. Não confio nos outros até que provem ser confiáveis.

Gosto que as pessoas sejam abertas comigo, e sei quando elas estão sendo falsas, mentindo ou tentando me manipular.

Tenho dificuldade em tolerar a fraqueza das pessoas, a menos que entenda a razão disto ou veja que elas estão tentando fazer algo a respeito. Também tenho dificuldade em seguir ordens ou rumos quando não respeito ou não concordo com a pessoa que detém a autoridade.

Sou muito melhor tomando conta. Acho difícil não demonstrar meus sentimentos quando estou zangada. Estou sempre pronta a socorrer amigos ou familiares, especialmente quando penso que estão sendo tratados injustamente.

Posso não vencer cada um dos confrontos com os outros, mas deixarei minhas marcas no campo de batalha.

 

H

Eu me caracterizaria como uma pessoa quieta e analítica que precisa de mais tempo sozinha do que a maioria das pessoas precisa.

Normalmente, prefiro observar o que está acontecendo a estar envolvida. Não gosto que as pessoas me façam muitas exigências ou que esperem que eu saiba e relate o que estou sentindo.

Eu me aproximo mais dos meus sentimentos quando estou só do que quando estou com outras pessoas. Frequentemente, aprecio melhor as experiências que tive recordando e repassando cada detalhe delas do que quando as vivenciei.

Quase nunca me aborreço quando estou só, uma vez que tenho uma vida mental muito ativa e não sinto muita necessidade de estar interagindo com outras pessoas.

É importante pra mim proteger meu tempo, energia e espaço privado e, em consequência, viver uma vida simples e descomplicada e ser tão auto suficiente quanto possível.

I

Sou muito sensível aos sentimentos das outras pessoas. Posso saber o que elas precisam mesmo quando não as conheço. Algumas vezes é frustrante quando me dou conta das necessidades das pessoas – de modo especial suas dores e infelicidades, porque não estou apto a fazer por elas tanto quanto gostaria. É fácil para mim o ato de me entregar. Fico sentido quando as pessoas pensam que estou tentando manipulá-las ou controlá-las. Tudo o que eu tento fazer é compreendê-las e ajudá-las. Gosto de ser visto como uma pessoa amistosa e boa, mas quando não estou sendo levado em conta ou apreciado posso tornar-me muito emotivo ou mesmo exigente. Bons relacionamentos significam muito para mim, e estou sempre me esforçando para consegui-los.

Eu sou tipo…

Anote com qual das letras você se identificou mais, pode ser mais que uma.. vá vendo ponto por ponto, sem se fixar na descrição do tipo 1 ou do tipo 8… pense na descrição das letras aí em cima, em breve coloco o resultado, isso te dará tempo pra realmente refletir sobre cada característica e sobre sua própria personalidade!

Em breve farei um post com a breve descrição dos 9 tipos de personalidade linkado a cada letra descrita acima, e veremos a luz e a sombra de cada tipo!

Se quiser saber mais sobre o assunto, participe do grupo de estudo sobre Eneagrama e Maternidade clicando aqui: